sábado, 4 de abril de 2009

"Cultura a custo zero"

Ouvimos com frequência dizer que a cultura não está acessível a todos, que as entradas nos museus são muito dispendiosas, que visitar um castelo ou um palácio tem um custo exorbitante. Mas, por vezes, não damos conta das riquezas culturais que estão tão perto de nós, afinal a custo zero.
Se gosta de visitar museus aconselhamos…
Museu Grão Vasco em Viseu: entrada gratuita aos Domingos e Feriados até às 12H30.
Casa Museu Almeida Moreira em Viseu: entrada gratuita de terça-feira a Domingo
Museu Municipal de Vouzela: entrada gratuita de terça-feira a Domingo. Não abandone Vouzela sem passar no café Central e comprar os deliciosos pastéis de Vouzela.
Se gosta de andar a pé, deixe-se envolver pela história e realize um dos percursos temáticos que aconselhamos…
1)Rota de Viriato: Viseu dos Romanos à Idade Média (duração: aprox. 2H / 2kms);
2)Rota de Grão Vasco: Viseu Renascimento (duração: aprox. 3H / 3,5kms);
3)Rota Amor de Perdição: Viseu Romântico do Séc. XIX (duração: aprox. 2H / 2kms);
4)Rota Aquilino Ribeiro: Viseu Republicano XX (duração: aprox. 2H / 2,5kms);
Poderá obter os trajectos destas rotas através do endereço: www.turismodaolafoes.com
Se prefere uma pequena viagem de automóvel e gosta de artesanato aconselhamos…
Uma visita a Molelos, no concelho de Tondela, para conhecer o barro negro e tentar descobrir afinal qual é o mistério da bilha dos segredos. Se preferir, visite Campo Benfeito, no concelho de Castro Daire e conheça a sede das Capuchinhas, uma cooperativa de produção e venda de vestuário, constituída por quatro mulheres que criam peças contemporâneas de burel, linho e lã. Atreva-se a fazer um desvio até ao Mezio e prove o original arroz de feijão com salpicão cozido ou o afamado cabrito assado no restaurante Mezio, aproveite, ainda, para visitar o pequeno museu de artesanato no mesmo local.
Se gosta de eventos culturais aconselhamos…
Uma visita à I Feira de Produtos Regionais de Mangualde a decorrer no Largo do Rossio no dia 5 de Abril de 2009 a partir das 14H00 e onde poderá encontrar produtos endógenos da região, como o queijo de ovelha, os enchidos, o vinho ou o mel. Antes de regressar a casa, passe pela Pastelaria do Complexo Paroquial Patronato e compre os inesquecíveis pastéis de feijão.

2 comentários:

Anónimo disse...

Sem dúvida bons conselhos. Gostaria, também, de lembrar os Percursos Pedestres do Concelho de Viseu que são pela sua beleza e cultura ímpares, o caso da "Rota de Vale de Cavalos" na Freguesia de Côta, a "Rota das Termas de Alcafache" na Freguesia de São João de Lourosa, a "Rota da Ribeira de Várzea" na Freguesia de Calde e tantas outras. O nosso concelho é magnífico em Paisagens e história.
António Carlos Pereira

isaac davis disse...

um artigo que tem tanto de prestável como de didáctico, com uma forte componente cultural local. por vezes, dispomo-nos a visitar locais muito mais distantes e com muito menos motivos de interesse, sem conhecermos devidamente, em termos culturais, tudo o que nos rodeia. vendo o artigo por este prisma, tenho que dar os parabéns à sua autora por nos ter recomendado vários locais e inúmeras manifestações culturais que merecem uma visita e um pouco mais de atenção das entidades competentes pela sua divulgação.